Até que a morte silencie as mandíbulas.

.

Até onde você consegue ouvir a verdade?

Até quando o outro acredita que seu amor é mais forte que a mais grave mentira?

Acredito que as relações revelam sobre o quanto de verdade você está disposto a entregar para outra pessoa e para si mesmo.

O quanto de verdade que existe na sua entrega?

Seu amor  não conhece o perdão?

O quanto de verdade você está disposto a depositar no colo de outrem? 

Confessar a verdade é algo covarde ou corajoso?

De quantas mentiras  você conseguiu não ser descoberto?

Se você consegue despejar sua verdade e a verdade sobre aquilo que você é.

Se você consegue se desesperar com a falta de honestidade dos discursos superficiais e se consegue, em meio à ditadura da frieza, reciclar a beleza da coragem em ir dizendo cada terremoto que tem se passado aí dentro do seu peito.

Qual o golpe mais baixo? 

Mentir ou omitir?

Ninguém é dono da verdade meu caro.

Você tem sido e tem dito a verdade?

 

 “Isto também passará”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s