Nouvelle Vague – Cinema Francês

Como a Nouvelle Vague caracterizou a ruptura do cinema convencional?

Por Penélope Miranda

“A Nouvelle Vague foi o primeiro movimento cinematográfico produzido com base em um interesse pela memória do cinema. Foi esse acesso a tal tradição que permitiu nascer, nos artigos dos futuros cineastas, a idéia cara – e clara – de ruptura, de novidade a afirmar. ” (MANEVY, 2007, p.224)

Durante a década de 1950, os principais diretores do movimento como François Truffaut, Jean-Luc Godard, Jacques Rivette e Claude Chabrol começaram aprodução de curtas metragens e, logo após, longas metragens que compunham o movimento. Exemplo de Os Incompreendidos, 1959, de Truffaut ; Alain Resnais com Hiroshima Meu Amor, de 1959, Chabrol com Os Primos e O Acossado, 1960, de Godard.

Esses filmes que marcaram o início da Nouvelle Vague e outros desse estilo, possuem diversas características do movimento e muitas em comum, definidos nos primórdios do seu nascimento. O estilo diferente da Nouvelle Vague reinventou a forma de se fazer cinema e influenciou muitas outras produções. Suas características mostram um modo revolucionário e diferente na hora de montar roteiros (o que era esquecido propositalmente), gravar e atuar.

As filmagens eram compostas pelo uso de equipamentos portáteis, cortes bruscos, citações à literatura e a filmes, roteiros episódicos, criatividade para compensar os baixos orçamentos (Godard chegou a fazer um travelling com um carrinho de supermercado) e eram realizadas fora dos estúdios.

9889 brigitte bardot 600x429 Documentário desvenda Godard, Truffaut e a Nouvelle Vague

A Nouvelle Vague apresenta oposição ao cinema comercial; narrativas não- lineares, não estruturadas e fragmentadas  e soluções de montagem pouco convencionais. Esse movimento cinematográfico proporcionou que as câmeras sejam levadas as ruas e a ruptura da linearidade narrativa. Tornou possível a realização da tão famosa frase de Glauber Rocha: é possível fazer cinema com apenas uma câmera na mão e uma ideia na cabeça.

 

Referências:

http://www.saraivaconteudo.com.br/Materias/Post/40880

http://www.chasqueweb.ufrgs.br/~miriam.rossini/nouv_narr.html

http://resenhafilmes.blogspot.com.br/2012/03/normal-0-21-false-false-false-pt-br-x.html

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s