Arquivo | fevereiro 2012

É , talvez!

Talvez a gente tenha se esquecido de quem era. Ou talvez tenha se perdido no caminho. Quem sabe tenhamos sido tudo o que éramos pra ser e tenhamos seguido em frente. Talvez a vida tenha escoado por nossas mãos. Ou talvez tenha passado depressa demais. Quem sabe tenhamos vivido tudo o que era pra viver e tenhamos seguido em frente.

 Talvez a gente tenha amado errado. Ou talvez tenha amado de menos… Ou demais. Ou quem sabe tenhamos amado como era pra amarmos e tenhamos seguido em frente. Talvez nossos passos tenham sido vacilantes. Ou talvez tenhamos pisado em falso. Quem sabe tenhamos caminhado tudo o que tínhamos pra caminhar e tenhamos seguido em frente.

Talvez, quem sabe, o dia possa enfim nascer em paz. E a gente possa parar e descansar, enchendo o peito de sins e nãos. E nunca mais seguir em frente sem saber.

by Claudia

Sexo pode ser divertido!

Tumblr_llegfdwdtq1qjytkxo1_500_large

Encontrei este texto navegando na Internet, não tinha autoria e se você é puritano e moralista acho melhor naõ lê-lo, podemos dizer que a sua linguagem não é nem um pouco pueril. Provavelmente ,  foi escrita por um homem bem humorado e vale a pena ser lido:

Atenção Mulheres:  ALGUMAS DICAS masculinas de coisas que eles odeiam para ser evitadas nós na hora do Sexo. Ah ,,,e não esqueçam nuncam de usar camisinha, enjoy!

NÃO ESTAR COM AS PERNAS, VIRILHA E AXILAS DEPILADAS.
Mulher tem que ser lisinha, macia e delicada. Salvo o gosto de alguns poucos homens que gostam de transar com “Conga, a Mulher-Macaca” ou reviver uma aula de História sobre a era paleozóica na cama. Não pense mal de nossas pobres antepassadas. Na época não existia gillete ou cera quente. Mas hoje, sem desculpas.

NÃO GOZAR NUM TEMPO RAZOÁVEL.
Ok, a maioria dos homens não se preocupa muito com o orgasmo da parceira, mas você também têm que entender que não dá pra ficar a vida toda masturbando, transando ou fazendo oral em vocês.

NÃO BEIJAR.
Apesar das lendas populares dizerem que homem não gosta de beijar na boca, homem gosta sim, e muito, de dar uns beijos na hora h.

ESPREMER O SACO DELE.
Um estímulo no saco escrotal é sim bem-vindo, mas apertar como se estivesse fazendo uma laranjada não só acaba com o tesão como também dói, e muito.

ABOCANHAR O SACO DELE.
É o mesmo caso do ítem anterior.

APERTAR OS MAMILOS DELE.
Se para as mulheres, os mamilos são uma zona extremamente sensível, no caso do homem, a única coisa que sentimos é dor, muita dor.

IGNORAR AS OUTRAS PARTES DO CORPO DELE.
Um homem não é uma via expressa com somente uma pista. Lembre-se que beijos, apertos e arranhões por todo o corpo são sempre muito bem recebidos.

PUXAR A CUECA.
Não sei se dá para perceber, mas enfiar a mão por debaixo da calça do homem e ficar puxando a cueca, como que esperando o rompimento do elástico, é uma prática dolorosa, para não dizer torturante.

NÃO SABER COLOCAR A CAMISINHA.
Ok, é uma responsabilidade do homem, mas saber fazer esse procedimento, principalmente com criatividade, como utilizando os lábios, pode ser um diferencial na cama.

MORDISCAR O PÊNIS.
Sexo oral é a coisa mais gostosa que o homem pode receber, mas não precisa colocar seus dentes ali para nos lembrar que isso pode ser extremamente doloroso também.

NÃO PARAR PRA RESPIRAR.
Ao contrário das mulheres, os homens precisam de tempo para respirar, porque para podermos fazer sexo oral, geralmente estamos completamente enfiados “dentro” da cintura de vocês, impossibilitando a continuação da respiração.

DESPIR-SE ESTUPIDAMENTE.
Lembre-se sempre que o ato sexual é um ritual sagrado, então jamais tire apressadamente as suas roupas ou as do seu namorado, isso vai acabar completamente com o clima.

UTILIZAR CALCINHA BEGE.
Quando estamos chegando no grande momento de ver sua calcinha, (aliás estamos a todo momento imaginando como deve ser sua calcinha, que cor, textura, sem textura, com lacinho, fitinhas, desde que nos encontramos com vc), assim que nossos olhos pousam sobre uma calcinha bege, o pavor é tanto que gera um conflito de imagens ligando nossa pobre vovozinha à você, e fazendo nos esticar a mao, para procurar uma tesoura para tirar isso de você o mais rápido possível. Calcinha bege funciona como um feitiço do mal em nossas mentes: é uma mistura de perder o tesão com imaginar porque você pegou pegou calcinha da sua vó com imaginar vc bem idosa. Portanto cuidado neste ítem, ele pode acabar com um relacionamento.

SER OBCECADA PELA VAGINA.
Acreditem, os homens não gostam apenas de sua vagina, mas também da sua bunda, seus seios, suas coxas…

MASSAGEM GROSSEIRA.
Você tenta dar a ele uma massagem sensual, relaxante, para deixá-lo no ponto. Pode usar as mãos e pontas dos dedos; cotovelos e joelhos, não.

TIRAR A ROUPA DEPRESSA DEMAIS.
Não force a barra tirando a roupa antes que ele tenha feito algum gesto para ver o seu material, mesmo que seja apenas desabotoar dois botões.

TIRAR AS CALÇAS PRIMEIRO.
Uma mulher de meias e calcinha é horrível. Tire as meias primeiro.

FAZER SILÊNCIO DEMAIS.
Não queremos que vocês façam tanto barulho quanto uma atriz pornô, mas uns gemidinhos são indispensáveis na hora da transa.

FICAR QUIETA DEMAIS.
A falta de movimentos na hora do sexo também atrapalha e muito. Não é nem um pouco agradável a sensação de estar transando com uma estátua.

GOZAR DEPRESSA DEMAIS.
Por mais que a mulher possa ter vários orgasmos numa mesma transa, não é legal quando a mulher goza logo de cara e pede uma pausa pra se recuperar.

DAR UM CHUPÃO NO PESCOÇO.
Beijos, carícias, são legais. Mordidas leves, também. Chupão, com direito a marca, jamais.

MENTIR DIZENDO QUE GOZOU.
Se os homens não percebem se você gozou ou não e cometeram a indelicadeza de perguntar, não complique a situação. Mentir que você gozou apenas vai piorar a situação, pois ele vai achar que fez a coisa certa na cama.

FAZER SEXO ORAL COM GENTILEZA EXCESSIVA.
Não precisa fazer sexo oral com a mesma vontade que você avança numa torta de chocolate, mas fazer com nojo é o mesmo que não fazer.

NÃO CUTUCAR A CABEÇA DELE.
Como já foi dito anteriormente, fazer sexo com uma estátua é extremamente ruim. O fato de vocês puxarem ou empurrarem nossas cabeças durante o sexo oral é um ótimo indicativo de que a coisa está boa.

NÃO AVISAR ANTES DE GOZAR.
Como nos preocupamos com o orgasmo de vocês, queremos ajudar a aproveitar melhor cada segundo. Logo, saber quando ele está chegando é essencial.

FICAR SE MEXENDO DURANTE O BOQUETE.
Não precisa ficar completamente parada, mas não precisa dançar e rebolar enquanto fazer um boquetinho né?

FAZER PERGUNTAS DEMAIS.
Não somos brutos insensíveis, mas convenhamos, cama não é para ficar fazendo mil questionamentos ou perguntando né?

DEIXÁ-Lo POR CIMA POR ERAS.
Papai e mamãe até é gostoso, mas para o homem, é a posição menos estimulante visualmente falando. Então, saiba que o homem por baixo, ou a mulher de 4, são muito mais gostosos para nós.

TENTAR FAZER FIO TERRA E FINGIR QUE FOI UM ACIDENTE.
Tem homem que gosta, ok. Mas pergunte antes. De uma forma geral, homem associa este ato a homossexualismo, ou seja, não quer.

NÃO TER IMAGINAÇÃO SUFICIENTE.
Imaginação vai desde desenhar padrões nas costas dele até derramar mel sobre ele e lambê-lo. Frutas, vegetais, gelo e plumas são todos dispositivos úteis; cera quente e tinta indelével, de jeito nenhum.

SENTAR SOBRE O ESTÔMAGO DELE.
Tudo bem que gostamos de ter vocÊ por cima, mas tome muito cuidado onde se apóia.

COLOCÁ-Lo EM POSES ESTÚPIDAS.
Existem posições que nos expõe ao ridículo extremo, então, por favor, jamais se esqueçam que temos duas bolas no meio das pernas que doem muito quando pressionadas.

PROCURAR PELA PRÓSTATA DELE.
Como já foi dito anteriormente, fio terra apenas com autorização prévia.

DAR-LHE MORDIDAS DE AMOR.
É extremamente erótico exercer alguma sucção gentil nos lados do pescoço, se você fizer isso com cuidado. Nenhum homem quer ter que usar golas rolê por semanas a fio.

LADRAR INSTRUÇÕES.
Não dê gritos de incentivo como um treinador com um megafone. Não é lá muito excitante.

INSEGURANÇA.
É normal todo mundo ter um pouco de insegurança, tanto na cama quanto na vida, mas há um limite muito claro para isso. Quando um homem tem que repetir algo pela terceira vez, tenha certeza que já está sendo irritante o suficiente para ser brochante.

FALAR ALTO.
Mesmo quando estiver bem longe da cama, jamais fale alto. Gritar é um descontrole que faz o seu homem sentir vergonha e não querer mais saber de ficar ao seu lado.

Felicidade

 

Tumblr_lzw027gv0x1qi2xgmo1_400_large

A felicidade está dentro de nós, somos todos portadores deste sentimento.
Muitas vezes procuramos a felicidade na conquista de um bem material, mas quando o conseguimos ainda estamos procurando a felicidade.
Procuramos a felicidade em pessoas que amamos, mas mesmo assim quando as temos bem pertinho de nós estamos infelizes.
Tudo isso porque ainda não conseguimos nos conhecer como somos e procuramos externamente a felicidade.
Para encontrarmos a felicidade devemos primeiramente nos conhecer, conhecer o que carregamos em nosso coração porque muitas vezes achamos ser feliz e não somos.
Essa busca é com certeza a busca mais difícil da nossa existência, porque não tomamos consciência do que é necessário para sermos felizes, achamos que o material supre nossas necessidades todas e ao contrário, se nos voltarmos para o material cada vez mais nos afastaremos do caminho da felicidade.
Sejamos mais atentos aos nossos sentimentos, verificando em nós o que realmente precisamos para sermos plenamente feliz.
Podermos começar exercitando em nós, o amor, a tolerância, a humildade em nossas ações, a caridade para com os nossos irmãos de jornada e a compreensão das situações mais difíceis e assim poderemos entrar no caminho que nos leva a felicidade plena, porque desta forma estaremos nos conhecendo intimamente este conhecimento nos levará com segurança a felicidade que tanto almejamos durante a nossa vida.

http://www.gotasdepaz.com.br

Tumblr_lzpnjzhf7b1qac6sjo1_500_large

O Carnaval de Salvador – Bahia

Carnaval 2012   Especial com looks, modelos de abadás, penteados e maquiagem  fotos

Bahia é a terra da música, dos ritmos e da alegria. O Carnaval da Bahia é hoje o maior evento popular do planeta. Reúne cerca de 2 milhões de pessoas por dia, que se divertem ao som dos trios elétricos, bandas, batucadas e blocos.

O Carnaval baiano é um gigantesco festival de música ao ar livre. Durante 6 dias, os blocos e as suas atrações fazem mais de 10 horas de shows diários, atraindo multidões dentro e fora dos blocos. Difícil descrever a grandiosidade desta festa de participação eminentemente popular. Melhor mesmo é senti-la de perto, é fazer parte desse universo de opções.

O Carnaval de Salvador é uma festa tão grande que teve de ser dividida para comportar tanta alegria! A festa ocorre em vários pontos da cidade, se concentrando nos circuitos Dodô e Osmar. O Corredor da Vitória liga os dois circuitos.


Os blocos do carnaval 2012 em Salvador são: Camaleão, Nana Banana, Voa-Voa, Banana Coral, Eva, Papa, Balada, Timbalada, Crocodilo, Eu Vou!, Jumper, Nu Outro, Inter, Cheiro, Olodum, Alô Inter, Bicho, Araketu, Aviões, Happy, Skol, Yes, Cortejo Afro, Lance Universitário, Liberty, Sertanejo, Bróder , Seu entre outros lançamentos novos.

Dica:

O Camarote Oceania ganhou seu espaço no circuito Barra-Ondina e garante muito conforto, badalação e gente bonita para quem compra um espaço privilegiado do carnaval Bahia. O Camarote Oceania abre todos os dias de carnaval às 14h e recebe seus convidados com uma deliciosa feijoada e samba de primeira até às 18h pois às 20h, os trios tomam conta da avenida.

A melhor opção para se hospedar é  no Circuito Barra/Ondina, é a opção ideal para quem quer desfrutar do cenário com famosas praias do litoral baiano e ainda ficar no meio da folia, com acesso fácil para os camarotes e para os locais de concentração e encerramento do desfile dos blocos nesse circuito.

E relembrando que alguns cuidados nunca são demais: Ande apenas com o necessário: leve dinheiro trocado e suficiente para suas despesas durante o dia. Nada de jóias, objetos de valor, máquinas fotográficas ou filmadoras, cartões de crédito ou talões de cheque. Durante o dia, passe bastante protetor solar. Alimente-se bem, mas com comidas leves (de preferência carboidratos) e beba bastante líquido, principalmente água. E claro, ao comprar abadás ou camarotes procure lugares credenciados ou a sua festa pode virar um pesadelo.

E por fim, divirta-se.. pois o Carnaval em Salvador é inesquecível.

Tudo sobre o Carnaval da BAHIA 2012 AQUI: http://www.carnaval.salvador.ba.gov.br/2012/capa/

T P M – Sensibilidade a flor da pele.

Tumblr_lzas4d4xnn1r8fchqo1_500_large

TPM é uma síndrome que apresenta um conjunto de sintomas psico-físico-emocional e atinge cerca de 80% das mulheres em fase reprodutiva.

No campo psíquico, vemos predominância da ansiedade, excitação e agressividade. No campo emocional, crises acentuadas de depressão, ou estados depressivos, com forte sentimento de desesperança e tristeza profunda; sentimentos de rejeição e pensamentos auto-depreciativos; irritabilidade e facilidade para chorar; além de dificuldade de concentração em atividades do cotidiano, insônia e mau humor.

Acontecem também alterações físicas, como a retenção de líquidos, inchaço, dores musculares, de cabeça, nos seios e dores em geral; há também acentuado desejo de comer algum tipo de alimento, sobretudo doces e chocolates, ou um aumento generalizado do apetite. Todos esses sintomas e outros mais são decorrentes da mudança hormonal, típica do próprio ciclo menstrual da mulher; somados ao stress decorrente do ritmo e qualidade de vida que a mulher vive.

O tratamento, normalmente, é feito através de recomendação de exercícios físicos, vitaminas e/ou anti-depressivos.
Por que algumas mulheres não têm TPM? Por que outras têm alguns sintomas mais acentuados e outras, menos? E, por que outras mulheres, ainda, têm um quadro gravíssimo de sintomas deixando-as com a sensação de falta de controle sobre si mesmas?
Entendo que as doenças desde as mais leves, como uma gripe, por exemplo, ou a TPM, até uma mais grave, como um câncer ­têm como fator decisivo desencadeante o psiquismo. Se pensarmos numa simples gripe, por exemplo, por que algumas pessoas “pegam” mais gripes que outras? Por que algumas pessoas demoram mais para se curarem e outras, recuperam-se mais rapidamente de uma mesma doença? Vírus estão no ar o tempo todo convivendo conosco, então, porque não somos “atacados” constantemente por eles e, sim, somente em algum determinado momento? Por que estamos vulneráveis e com baixa resistência num momento e em outros, não?
Acredito que as doenças ­inclusive a TPM ­são psicossomáticas.

Esclarecendo a tempo: doença psicossomática é uma doença real em todo o seu quadro de sintomatologia física, que precisa ser tratada com medicamentos, mas, tem como fator determinante o psiquismo.
E, como estudiosa do psiquismo humano, acredito que, inconscientemente, “escolhemos” nossas doenças ­como última instância ­para despertar e refletir e, obviamente, mudar nossas crenças e comportamentos.
Podemos tratar os sintomas da TPM, seja com um complexo vitamínico e/ou algum anti-depressivo; mas é preciso tratar a “causa”, caso contrário, a mulher torna-se refém, mês a mês, dos seus sintomas, tornando-a incapaz de viver, nestes períodos, sua vida com liberdade e assertividade.
A meu ver, tratar apenas seus sintomas é paliativo, pois no mês seguinte lá estão eles, à sua revelia, perturbando e alterando sua vida de uma forma geral.
Como psicóloga, entendo que qualquer situação que se repete na vida de alguém ­ e, aí incluo a TPM acontece para que ele reflita sobre as suas crenças e atitudes no que concerne à sua pessoa e à sua própria vida.

A TPM, com seu conjunto de sintomas, e de como e quanto perturba sua vida ­ pessoal e profissional ­ é um “sintoma” de que há algo de errado com a mulher.Na fase do ciclo menstrual em que ocorre a TPM há extrema sensibilidade e tudo o que acontece neste período atinge intensamente a mulher. O que antes a mulher relevava, deixava passar e procurava dar pouca importância, nesta fase tem-se a impressão que ocorre o contrário. De fato, ocorre o inverso dos outros momentos!
Acredito que justamente por a mulher estar, realmente, extremamente sensível­ “com a sensibilidade a flor da pele” ­que tudo o que vive é sentido muito mais intensamente, portanto, sua reação também será intensa e super-dimensionada à situação em si.
Acontece que, antes, as situações eram sub-valorizadas e sub-dimensionadas em prol das relações ou da imagem que a mulher quer preservar; porem, durante o período em que ocorre a TPM, estando ela com elevado nível de sensibilidade, tudo a atinge de forma impactante, tornando muitas vezes insuportável o que era antes suportável.
Vemos, então, que por força da alta sensibilidade deste período seu nível de tolerância cai em progressão geométrica em relação aos momentos anteriores.
Portanto, a mulher deve ficar atenta ao que lhe acontece no período da TPM, pois suas reações vão “sinalizar” onde podem estar algumas de suas dificuldades e fontes geradoras de stress e frustrações.

Não justifique uma crise de choro ou uma explosão emocional, por exemplo, ocorridas durante este momento com “Ah, eu estava de TPM!”, como se não fosse nada. Ao contrário, o que acontece de “diferente” aí deve ser observado com atenção.
Embora não conheça nenhuma pesquisa neste sentido, acredito que a TPM seja uma doença da mulher moderna, sobrecarregada com atividades e obrigações múltiplas; com alto grau de exigência, onde ela tem que dar conta de tudo, 100% e perfeitamente.
Essas atividades múltiplas e o alto grau de exigência pessoal e social geram elevado nível de pressão ­ interna e externa e, conseqüentemente, levam a um stress tal que o organismo e o psiquismo não conseguem absorver, elaborar e transformar, revertendo assim numa sintomatologia patológica: a TPM, por exemplo.
Parece que a mulher na atualidade esqueceu-se do que é ser mulher, sobre o seu papel diante do homem e da sociedade.

O caminho que a mulher percorreu em nossa história ocidental, na busca de liberdade e autonomia do homem e na sociedade, fez com que ela se afastasse de si própria, negando seu próprio ritmo e necessidades femininas.
Ela conseguiu provar para si, para o homem e para a sociedade, sua inteligência e competência (dentro do universo masculino), mas a um preço muito alto, que foi ignorar a sua importância como mulher para a sociedade humana apenas por ser mulher.
Vive hoje num ritmo “como se” fosse um homem (até mais sobrecarregada!).
Homem é diferente da mulher: tem outro processo fisiológico, hormonal e psicológico. E, parece, que a mulher esqueceu-se disso. Esqueceu-se que mulher é diferente do homem. Por isso, seu corpo “grita” através dos sintomas da TPM, para despertá-la para a “sua” realidade como mulher.
É preciso que a mulher se redescubra enquanto mulher. Aprenda a valorizar-se, agregando suas qualidades naturais, como, por exemplo, sua receptividade e sensibilidade com as ‘recém descobertas’, tais como, a capacidade de estratégia e objetividade.

A mulher deve ser a primeira a dar o devido valor para o seu papel e o que este representa dentro da sociedade humana, começando consigo mesma.
Como disse anteriormente, qualquer situação que reincida na vida de alguém acontece para que a pessoa pare e reflita. Não acredito que o que passamos na vida e que chamamos “sofrimento” seja apenas para nos prejudicar gratuitamente, mas, sim, para “despertar”, refletir e resolver.
Para a mulher, a reincidência da TPM mostra o quanto ela não está respeitando o seu ritmo e suas necessidade psíquicas, emocionais e fisiológicas.

Para curar a TPM, a mulher precisa curar a causa, que é resgatar-se como mulher, despertando-se para seu autovalor e auto-estima e começar respeitando seus ritmos fisiológico, hormonal, psicológico e emocional.
A TPM, então, como “sintoma” existe na vida da mulher para que ela desperte, desperte para si mesma!

* Maria Aparecida Diniz Bressani é psicóloga e psicoterapeuta Junguiana, especializada em atendimento individual de jovens e adultos, em seu consultório em São Paulo.

271623421245318943_ua12qinu_f_large