DITADURA DA MAGREZA…

5986487011_4c9d81537e_z_large

SER FEMININA É MUITO MAIS DO QUE TER UM CORPO ESQUELÉTICO!

Na realidade nunca fui magrela, fui uma menininha das perninhas grossas e carnudas ,cresci e fui uma adolescente “digamos ” que boazuda, nada de ossos. Aliás ossos nunca me acompanharam e sempre adorei meu corpo. Fico observando agora no alto da minha maturidade o que essas garotas da nova geração sofrem com essa ditadura cruel, onde ser magra é status e lhe confere um lugar de destaque nas suas relações sociais e onde muitas acabam caindo no poço imenso onde o fundo chama-se Anorexia..nervosa ou Bulimia

 Bom era o tempo onde não brigávamos  com nossas curvas, muito menos tentávamos  acabar com elas. Ao contrário: adoravamos ter um corpo carnudo , feminino, sedutor – e bonito. Analisando um tempo bem anterior ao da minha adolescência (que se passou nos anos oitenta) , relembro as estrelas de Hollywood, , elas também sabiam, de alguma forma, que cheinhas [Marilyn usava número 44] ou esguias, altas ou baixas, bonitas ou feias, louras ou morenas, tinham um plus que nenhum homem, nenhum creme, nenhuma cirurgia, nem qualquer nova dieta poderia tirar delas: o de sua feminilidade. Algo que não se conquista: vem da fábrica, da essência – e tem poder. Muito poder.

Bem antes de virarem sex symbols de Hollywood, essas mulheres foram musas, ou melhor, deusas. Nas culturas antigas, eram respeitadas e reverenciadas. Elas também viraram arte, inspirando pintores impressionistas, renascentistas, e se eternizaram em belas esculturas, incríveis retratos. Sim, precisavam entrar para a História, reforçar suas origens, delimitar territórios. Era como se soubessem, intuitivamente, que no mundo contemporâneo iriam se trancar em uma terrível camisa-de-força, de manequim 38 e modelo lipoesculturado.

Nestes novos tempos em que ser magra parece ter virado uma questão de dignidade, ou sobrevivência – e quem não se enquadra exatamente nisso parece ter perdido o direito de ser mulher, e feliz –, a boa notícia é que há sinais de que a fase de escravidão pode estar acabando. E ser feminina – e muito poderosa – não tem nada a ver com o que vem de fora. O que vale mesmo é o que está dentro: intuição, sensibilidade, emoção e criatividade. E isso toda e qualquer mulher tem de sobra. Vocês acham que é pouco?

5986483849_a26640ba52_z_large

Anúncios

10 pensamentos sobre “DITADURA DA MAGREZA…

  1. Olá minha querida!
    Para já não há edição para o Brasil mas tanto eu como a editora estamos abertos a propostas.
    Um bjo para si e obrigado pela atenção.
    Paz,

    Gustavo Santos

  2. nossa, gostei desse post e concordo…e como seu blog tá diferente !´só achei que o canto dos comentários tá muito escondido… mas tá tudo bonito…tem recado pra ti lá no post sobre andré gorz no meu roxão
    kiss

  3. Wow… Muito a proposito depois de as mulheres de «maminhas» maiores terem conseguidoi que o Marks & Spencer passassem a vender os «bras» de maior tamanho ao mesmo preço…. afinal que discriminação era essa?

    Um excelente fim de semana, com beijos, flores, sorrisos e poesia !

  4. Uma verdadeira ditadura …

    Exigente para ambos sexos …

    Mas mais penoso socialmente para as mulheres …!

    Mas a beleza está presente independentemente do seu peso …!

    Um BOM FDS!
    Bjks da M&M & Cª!

  5. E a mulher pode ser muito bonita mesmo com uns quilinhos a mais. Estas aqui das fotos por exemplo são lindas.

    Beijos pra você

  6. Olha tá mudando mesmo…da maioria dos casais jovens que vejo circulando no shopping…as mulheres são mignons…e as mulheres magras tem namorado os caras bombados!

    bjs

  7. Lindas mulheres!!! É isso aí! Temos q ser felizes do jeito que somos e tirar proveito do que temos de mais bonito, quer seja um sorriso, um olhar, um andar, um falar manso, pernas bonitas, seios fartos.
    Amei o post!
    bjinhos

  8. Já namorei gordinha…

    … eu penso que o importante é estar de bem com a vida. Temos que distinguir as pessoas obesas, aquelas doentes de corpos deformados, das pessoas cheinhas, cujos corpos são bonitos como as das lindas mulheres das fotos.

    Obesidade, enquanto doença, deve ser combatida pelo bem das proprias pessoas, mas daí a discriminar as pessoas por elas não serem magras, dentro de um padrão imposto de modo pouco honesto, é crime.

  9. Sou a favor da saúde, e não da ditadura da magreza, e da pessoa se sentir bem do jeito que é, por isso me sinto feliz assim.
    Abraços

  10. Eu sou contra a ditadura da magreza. Prefiro valorizar a mulher de verdade, como ela é com suas qualidades e diferenças.
    .
    Abaixo a ditadura da magreza! E viva a mulher de verdade!
    🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s