Arquivo | março 2009

Shantala

c2b4c2b4c2b4c2b4

 Uma forma de transmitir harmonia, segurança e saúde para o seu bebê com muito Amor !!

Quando você pega, embala, enrosca, massageia, protege, acaricia e toca o bebê, você o está alimentando e abrindo o caminho do seu coração para que ele desenvolva laços de intenso amor, num processo natural e pleno de florescimento, na conquista de uma harmonia, equilíbrio e desenvolvimento físico, emocional e intelectual.
Estar em harmonia significa, para o bebê, estar bem e adaptado com os pais, consigo mesmo e com o Universo, sentindo-se disposto, sadio e feliz.
Ser pai ou ser mãe é cuidar dos desejos do bebê e deslumbrar-se com as maravilhas na jornada da existência, na realização da vocação da maternidade e paternidade.
Um recurso para o toque é a massagem em bebês.
Segundo o médico Fréderick Leboyer, Shantala é muito mais do que uma técnica: é uma arte de transmitir amor através das mãos, através do toque.
O toque como massagem engrandece e fortalece o amor.
O bebê adora estar com o pai ou com a mãe, e o contato íntimo da massagem intensifica esse sentimento em que ele reconhecerá isso como mais um caminho de amor.
A massagem traz benefícios ao desenvolvimento físico e psicológico, e atua nas disfunções orgânicas tais como cólicas, prisão de ventre, gases, problemas respiratórios, assim como ativa a circulação sanguínea, auxiliando o desenvolvimento psicomotor.
Permita-se momentos diários de contato pleno com o seu bebê.
Construa uma atmosfera relaxante…
Reconheça o melhor momento de estar ali com o bebê, tranqüilo e inteiro, transcendendo todo o Universo, e transmita amor-alimento- com os olhos, com as palavras, com as mãos, com o todo o seu ser.

O objetivo maior da massagem

É transmitir ao bebê: serenidade, segurança e afeto, através de uma intensa e sentida transferência de amor, por meio de leves toques e doces manipulações no corpo do bebê.
Não existe outro período em que o conhecimento e as habilidades sejam alcançados tão rapidamente quanto no primeiro ano de vida, e esse processo podem ser intensificado através dos estímulos oferecidos pelos pais.
Quando a massagem é usada terapeuticamente, poderá evitar ou diminuir em grande parte os problemas normais de saúde que costumam acometer as crianças de tenra idade.

Fonte:Massagem e Curso sobre Shantala.
www.cursoshantala.com.br/

 

 

 

 

 

Anúncios

PARABÉNS RODRIGO!

 

 

 15 Anos passaram e para mim é como se fosse ontem… Fecho os olhos e consigo sentir toda a emoção vivida

Esperava ansiosa e feliz a tua chegada, e agradecia a Deus por ter sido nas minhas preces atendida.

A cada contração o meu ser inundava-se de força…

E naquele momento mágico em que dentro de mim saíste, uma grande luz iluminou-me, e contigo trouxeste um manto de Felicidade e Amor com o qual me cobriste.

Hoje fazes 15anos, um homenzinho…

Olho para ti e continuo a ver o meu menino. Aquele ser pequenino que nos meus braços adormecia e que no meu regaço encontrava o aconchego divino.

És, hoje, a prova viva do Amor e da dedicação de uma mãe que, apesar de errônea e imperfeita, sempre tentou proteger-te da insanidade do Mundo.

E é nesse Amor pleno e livre que me torno perfeita.

És o meu filho, o meu amigo, o meu companheirinho…

És a minha luz, a minha razão de viver, o meu porto de abrigo…

És a minha Vida e por ti faço tudo!

E aos céus agradeço e bendigo.                                                

Parabéns meu filho!

Amo-te muito! 

ABRA OS OLHOS!

 ol

“É necessário abrir os olhos e perceber que as coisas boas estão dentro de nós, onde os sentimentos não precisam de motivos nem os desejos de razão.
O importante é aproveitar o momento e aprender sua duração, pois a vida está nos olhos de quem saber ver.”

(Gabriel Garcia Marquez)

oi

Fonte: Imagem retirada do blog http://itsallaboutthelookpt.blogspot.com/
 

Declaração Universal dos Direitos da Água



Art. 1º – A água faz parte do patrimônio do planeta.Cada continente, cada povo, cada nação, cada região, cada cidade, cada cidadão é plenamente responsável aos olhos de todos.

Art. 2º – A água é a seiva do nosso planeta.Ela é a condição essencial de vida de todo ser vegetal, animal ou humano. Sem ela não poderíamos conceber como são a atmosfera, o clima, a vegetação, a cultura ou a agricultura. O direito à água é um dos direitos fundamentais do ser humano: o direito à vida, tal qual é estipulado do Art. 3 º da Declaração dos Direitos do Homem.

Art. 3º – Os recursos naturais de transformação da água em água potável são lentos, frágeis e muito limitados. Assim sendo, a água deve ser manipulada com racionalidade, precaução e parcimônia.

Art. 4º – O equilíbrio e o futuro do nosso planeta dependem da preservação da água e de seus ciclos. Estes devem permanecer intactos e funcionando normalmente para garantir a continuidade da vida sobre a Terra. Este equilíbrio depende, em particular, da preservação dos mares e oceanos, por onde os ciclos começam.

 Art. 5º – A água não é somente uma herança dos nossos predecessores; ela é, sobretudo, um empréstimo aos nossos sucessores. Sua proteção constitui uma necessidade vital, assim como uma obrigação moral do homem para com as gerações presentes e futuras.

 Art. 6º – A água não é uma doação gratuita da natureza; ela tem um valor econômico: precisa-se saber que ela é, algumas vezes, rara e dispendiosa e que pode muito bem escassear em qualquer região do mundo.

 Art. 7º – A água não deve ser desperdiçada, nem poluída, nem envenenada. De maneira geral, sua utilização deve ser feita com consciência e discernimento para que não se chegue a uma situação de esgotamento ou de deterioração da qualidade das reservas atualmente disponíveis.

 Art. 8º – A utilização da água implica no respeito à lei. Sua proteção constitui uma obrigação jurídica para todo homem ou grupo social que a utiliza. Esta questão não deve ser ignorada nem pelo homem nem pelo Estado.

Art. 9º – A gestão da água impõe um equilíbrio entre os imperativos de sua proteção e as necessidades de ordem econômica, sanitária e social.

Art. 10º – O planejamento da gestão da água deve levar em conta a solidariedade e o consenso em razão de sua distribuição desigual sobre a Terra.

Fonte-http://www.suapesquisa.com


Alimentos afrodisíacos

 

Alimentos afrodisíacos realmente existem? Seus efeitos são comprovados?

A palavra afrodisíaco vem de Afrodite, a deusa do amor, da beleza e possuidora de um forte poder sedutor. Desde então muitas pessoas começaram a considerar alimentos, bebidas e até alguns medicamentos como afrodisíacos, ou estimulantes sexuais, desde que ligados à deusa ou que se assemelhassem às partes genitais do corpo humano.
Mas será que existem realmente alimentos que tenham o poder de despertar estímulos sexuais? Na realidade, não existe nenhuma comprovação científica a respeito desta teoria. O que se sabe é que alguns alimentos possuem nutrientes que auxiliam no bom desempenho sexual ou que, devido ao seu aroma, podem despertar o poder da imaginação.

Veja alguns alimentos tradicionalmente considerados como afrodisíacos:

Frutos do mar: principalmente as ostras, que são ricas em zinco, mineral que contribui para a formação de testosterona, hormônio masculino.

Chocolate: possui propriedades estimulantes, liberando endorfina, que propicia uma sensação de bem estar.

Ovo de codorna: possui grande valor energético, além de ferro, vitaminas B1 e B2 e cálcio, porém não tem nenhuma propriedade que possa estimular o desempenho sexual.

Amendoim: por ser rico em vitamina B3, contribui para vasodilatação sanguínea, aumentando a libido.

Pimenta, pimentões, curry e outros alimentos picantes: foram vistos como afrodisíacos porque seus efeitos fisiológicos – freqüência cardíaca elevada e sudorese – são similares às reações físicas experimentadas durante o sexo.

Outros alimentos como catuaba, cacau e ginseng possuem uma substância chamada feniletilamina que é responsável pela sensação de prazer.

Ao mesmo tempo em que podemos consumir alimentos que apimentem esta grande noite, outros alimentos devem ser evitados para que não a prejudiquem.

Alimentos que possuem gordura saturada: frituras, doces e carnes gordas que favorecem a presença de placas de gorduras, que impedem a circulação sanguínea, além de terem uma digestão mais lenta.

Bebida alcoólica: se consumida com moderação, poderá despertar a libido; porém, se consumida em excesso, pode causar impotência.

Alho e Cebola: procure evitar consumir estes temperos nesta noite, pois seu sabor acentuado poderá causar mau hálito.

Hortaliças  e algumas leguminosas: repolho, brócolis, couve-flor, feijão, entre outros podem provocar gases, devido ao seu poder de fermentação.

O mais importante para que um prato se torne afrodisíaco é que tenha uma boa aparência, aroma fascinante e sabor agradável, estimulando os cinco sentidos para que a sua imaginação crie um clima todo especial.

Alimentando-se adequadamente, você estará consumindo todos os nutrientes importantes não só para um bom desempenho sexual, mas para uma vida saudável, podendo desfrutar de todos os prazeres da vida.

Por Roberta Silva -Vila Dois

Nutricionista – CRN-3 14.113

AME-SE!


 

Sempre tive cuidado de não ferir a auto- estima de ninguém , pois sei que é muito doloroso. Principalmente, quando esse alguém está passando por uma fase conturbada. Pois se posso ajudar, sempre tento colocar minha mão amiga [ claro, se a pessoa aceitar].

AUTO significa uma forma da pessoa se referir a si própria.

 

ESTIMA é o sentimento do bem querer, do respeito, da admiração, da alegria em sentir, em valorizar com dignidade, com afeto e com compaixão.

 

AUTO-ESTIMA portanto, é quando alguém se vê como uma pessoa digna de ser amada, respeitada e valorizada, antes e acima de tudo, por si própria.

 

BAIXA AUTO-ESTIMA é quando este sentimento está abalado, destruído, impotente ou mesmo falido.

 

É quando você acha que todos são melhores do que você e que sua vida não vale mais a pena. Todos são mais felizes, mais bem sucedidos, mais capazes. No popular, é quando você está se sentindo por baixo. O que fazer?

 

Pare de se comparar com os outros: Nenhuma impressão digital é igual a outra. Você também é única.

 

Desligue os programas da mídia que mostram para você homens e mulheres moldados para consumo: Você não é um carro que precisa mudar de modelo todos os anos para ser consumido. Você é um ser humano dotado de corpo, alma e espírito. Faça isso valer sobre os que querem transformar você em uma marionete.

 

Procure se relacionar com pessoas que aceitam você exatamente como você é: Não minta para você mesma, não represente o que não é, não tente agradar os outros. Seja autêntica e realista. 

 

Transforme os lamentos em decisões. Deixe a atitude passiva de lado e assuma para si a responsabilidade de promover mudanças.

 

Escolha objetivos possíveis: Mesmo que você tenha que conquistá-los pouco a pouco. Metas inatingíveis são o caminho mais fácil para a frustração e uma nova recaída na auto-estima.

 

Trabalhe seu auto-conhecimento: Se questionando sobre seus valores, analisando o que é realmente importante para você. Isto vai ajudá-lo a tomar decisões e mudar atitudes.

 

Assuma seus defeitos e aceite-se do jeito que você é: Não se trata de ser acomodado, pelo contrário. Tente melhorar o que for possível, mas não exagere buscando perfeição em tudo. Essa busca é infinita, e você pode estar desperdiçando tempo e esforços que poderiam ser dedicados a outras atividades mais produtivas e prazeirosas.

 

Encare o fracasso como algo normal: Aproveite-o como uma lição valiosa para encarar os novos desafios, e não como prova de incapacidade.

 

Expresse suas opiniões, desejos: Por outro lado, respeite as opiniões de outras pessoas. Respeitar não significa que você deva concordar necessariamente com elas.

 

Diversifique e amplie suas relações: Conheça novas pessoas,  se puder viajar para outros lugares, viaje.

 

Pequenas atitudes podem significar muito: Um telefonema, uma festa com os amigos, arrumação do quarto, etc.

 

Fortaleça seus pontos fortes: Todos nós possuímos pontos fortes e fracos. Eleve sua auto-estima maximizando suas qualidades e faça delas o sustentáculo para uma vida profissional de sucesso. Utilize-as em benefício próprio, da empresa e do ambiente de trabalho. Se você é do tipo extrovertido e que gosta de lidar com pessoas, procure trabalhar na área de vendas ou desenvolvimento de negócios, mas se é do tipo metódico e calculista, procure trabalhar em áreas em que o contato com o público não é tão requerido.

 

Assim, amar o que se faz, fomentar a confiança e a criatividade para apontar soluções, adotar uma postura otimista diante dos problemas do dia-a-dia, comunicar-se com eficiência e eficácia e capitalizar suas habilidades pessoais são atitudes que valorizam o “eu” do indivíduo e criam um ambiente de trabalho que impulsiona a criatividade e estimula as relações humanas. 

 


DIREITOS…

negra

 

1. Tenho o direito de fazer o luto da perda acerca daquilo que não tive, mas que tinha direito a ter; e de fazer luto por aquilo que tive mas que não queria ter.
 


2. Tenho o direito de seguir os meus próprios valores e princípios.


3. Tenho o direito de dizer NÃO a qualquer coisa quando não me sinto preparado, ou porque não me soa a seguro ou vai de encontro os meus próprios valores.


4. Tenho o direito à dignidade e respeito.


5. Tenho o direito de tomar decisões baseadas nos meus sentimentos, valores ou atitudes ou qualquer outra razão que encontre.


 


6. Tenho o direito de definir e privilegiar as minhas próprias prioridades.


7. Tenho o direito que os outros respeitem as minhas necessidades e vontades.


8. Tenho o direito de terminar qualquer tipo de conversa com pessoas que não me valorizem ou me humilhem.


 

9. Tenho o direito de não me sentir responsável pelos comportamentos; atitudes, ações; ou problemas das outras pessoas.


 

10. Tenho o direito de cometer erros e de não ser perfeito.


 

11. Tenho o direito que os outros sejam honestos comigo.


 

12. Tenho o direito de sentir; todos os meus sentimentos.


 

13. Tenho o direito de sentir raiva de quem amo.


14. Tenho o direito à minha singularidade, sem que me sinta mal “na minha própria pele.”


15. Tenho o direito de me sentir assustado e de dizer, “Eu estou assustado.”


16. Tenho o direito de sentir medo, culpa e vergonha e depois entregar.


17. Tenho o direito de mudar de idéias quando quiser.


18. Tenho o direito de ser feliz.


 

19. Tenho o direito ao meu próprio espaço e tempo.


20. Tenho o direito de descontrair, de brincar e de ser superficial.


21. Tenho o direito de mudar e crescer como ser humano.


 

22. Tenho o direito de ter mente aberta de forma a desenvolver as minhas próprias habilidades, na comunicação, para que seja entendido pelos outros.


23. Tenho o direito de fazer amigos e de estar confortável no meio das pessoas.


24. Tenho o direito de não viver num ambiente abusivo.


25. Tenho o direito de ser tão saudável quanto os outros.


26. Tenho o direito de cuidar de mim; aconteça o que acontecer.


 

27. Tenho o direito de fazer o luto das perdas presentes ou daquelas que ameacem acontecer.


28. Tenho o direito de confiar naqueles que mereçam a minha confiança.


 

29. Tenho o direito de dar e receber amor.

(do Dr. Charles Witfield: Limites e Relações; Conhecimento; Proteção e  Benefícios)

lindaaaaaaaaaaaaaaaa1

 

]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]