Arquivo | setembro 2008

I Corinthios 13 – Só o Amor…

I Corinthios 13



1 Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos,
e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o címbalo que retine.
2 E ainda que tivesse o dom de profecia,
e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência,
e ainda que tivesse toda fé, de maneira tal que transportasse os montes,
e não tivesse amor, nada seria.
3 E ainda que distribuísse todos os meus bens para sustento dos pobres,
e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado,
e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.
4 O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso;
o amor não se vangloria, não se ensoberbece,
5 não se porta inconvenientemente, não busca os seus próprios interesses,
não se irrita, não suspeita mal;
6 não se regozija com a injustiça, mas se regozija com a verdade;
7 tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
8 O amor jamais acaba; mas havendo profecias, serão aniquiladas;
havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá;
9 porque, em parte conhecemos, e em parte profetizamos;
10 mas, quando vier o que é perfeito, então o que é em parte será aniquilado.
11 Quando eu era menino, pensava como menino;
mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino.
12 Porque agora vemos como por espelho, em enigma,
mas então veremos face a face;
agora conheço em parte, mas então conhecerei plenamente,
como também sou plenamente conhecido.
13 Agora, pois, permanecem a fé, a esperança, o amor, estes três;
mas o maior destes é o amor.


Beijo e paz!

Elisabete Cunha

17/09/08

;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;

LEGIÃO URBANA – MONTE CASTELO


Maçã: Fruta proibida?

250512_215383571816181_183126118375260_757028_8063134_n_large

Você sabia que a maçã é um alimento funcional? Poucas calorias, fonte de fibras, substâncias antioxidantes, enfim, são inúmeros os benefícios que a maçã pode proporcionar ao seu organismo.

Em média uma maçã tem 70kcal, quantidade excelente para um lanche ou uma sobremesa, ou até mesmo como um acompanhamento nas refeições principais. Quem está em busca de eliminar peso é uma opção interessante, pois além do seu valor nutricional ser favorável, o fato de conter fibras aumenta a sensação de saciedade, e assim diminui a vontade de comer guloseimas.

Além disso, o tipo de fibra presente na maçã é solúvel que ajuda na formação do bolo fecal, facilita a evacuação, por isso quem tem problemas com o intestino, experimente comer a maçã com a casca , e não esqueça de beber água.

A presença de pectina (tipo de fibra solúvel) e o teor de potássio evitam o acúmulo de gordura na parede arterial, prevenindo o entupimento das artérias. Melhora a circulação sanguínea, e assim reduz o trabalho cardíaco. A pectina também colabora na diminuição das taxas de colesterol no sangue.

A maçã contém ácido málico que favorece a absorção da vitamina C, nutriente antioxidante. Uma pesquisa citada na revista Nature verificou que 100g da fruta fresca pode ser mais benéfico que um comprimido de vitamina C, já que os antioxidantes naturais são mais potentes que os encontrados em suplementos dietéticos.

Devido ao seu alto teor de água, é uma fruta hidratante, ideal para crianças que gastam bastante energia. Consuma sempre com a casca, para melhor aproveitar seus nutrientes. Depois de ler sobre este texto, você não acha que vale a pena uma maçã por dia?

Fonte – Roberta Silva é nutricionista do site Cyber Diet (www.cyberdiet.com.br)e especialista em Atendimento Nutricional.

Elisabete Cunha

16/09/08

4316817621_68cfce368c_large

 

* JUSTIÇA PARA FLÁVIA*”

Blogagem Colectiva para Flávia em 9/Set/2008

O mundo está cheio de exemplos de pessoas que são a própria solidariedade personificada, que são verdadeiros tesouros, que fazem desse sentimento bússola para o seu caminhar. Tomei conhecimento do Caso de Flávia pela  Net, automaticamente simpatizei com aquela mãe guerreira, uma fera que zela pelo seu filhote. A curiosidade moveu-me a conhecer essa dupla que é exemplo de perseverança e persistência. Hoje , conheço e admiro cada vez mais e me serve como exemplo de vida. Odele e Flávia simbolizam a  força do que o AMOR é capaz.  E infelizmente,  também me faz lembrar do que a Justiça brasileira com sua lentidão também é capaz, ninguém de sã consciência pode negar direitos adquiridos por Flávia nesses anos em Que Odele não pode vê-la estudar, festejar, andar, passear, falar, correr…Cabe a nós, cidadãos brasileiros ou não,  cobrar direitos , agilidade das leis e uma Justiça mais dinâmica no Brasil.

Esse fato ocorrido com a Flávia e Odele poderia ter acontecido com qualquer um de nós e também  a nós cabe a solidariedade, a força para lutar juntos com Flávia  e  pela Flávia. Inclusive, sou defensora da tese de que todo homem nasce bom, vindo alguns a se tornarem empedernidos face à maldade que sempre absorveram ao longo de suas vidas. Não se nasce mau. Aprende-se a ser vivendo e comungando com quem assim já o é. Claro que para toda regra existem as exceções. Ainda bem que é assim.

Agora, o que fica bem visível diante de nós, é a escassez desse sentimento entre as pessoas, nos últimos tempos. Lamentamos que o homem esteja tão envolvido, apenas e simplesmente, com os seus problemas e suas necessidades básicas. Parece não sobrar mais tempo para o outro. Os vizinhos quase não se conhecem mais, parecendo até que todos preferem viver em total anonimato. Um simples “bom-dia” nas grandes cidades virou artigo de luxo. E o pior nisso tudo é que passou a ser comum. De tão comum que é já passou a ser normal. É uma pena que seja assim. A luta do dia-a-dia tornou as pessoas frias e calculistas. O que se vê é uma grande massa a correr pela sobrevivência, tornando-se todos autênticos equilibristas. Pior que isso: todos vivem a crueza fria da competição. E dessa realidade extraímos que todos parecem ser meros inimigos. Em meio a tudo isso, vemos ainda “ilhas” de pessoas a desenvolverem tão salutar sentimento pelo próximo. Enquanto pessoas assim ainda viverem, sem dúvida alguma, irão nos poupar de perguntar: “Solidariedade, onde andas?”

Conte comigo Flávia,

Conte comigo Odele!

https://i1.wp.com/www.diariodeumjuiz.com/wp-content/uploads/2007.11/Flavia9anos.jpg

[ Flávia com 9 anos ]

SAIBA SOBRE a Flávia[CLICA]

https://i2.wp.com/i219.photobucket.com/albums/cc166/recado/glimboo/fadas/0138.jpg

[Este selinho foi dado a Flávia por mim, ele REPERESENTA a fadinha encantada que ela é e  Odele guarda com tanto carinho….obrigada querida!]

Elisabete Cunha

15/09/08

Esse post faz parte de uma BLOGAGEM COLETIVA “* JUSTIÇA PARA FLÁVIA*”

Contribua com o sucesso desta iniciativa, visitando todos os participantes da coletiva. Basta clicar nos links:

A Cor da Letra – Brasil
A Fotografia – Portugal
A Médica Frustrada, mas realizada – Brasil
A Minha Matilde & C, Portugal
A Mulher e a Poesia – Portugal
A Moça do Sonho – Brasil
A Ver o Mar – Portugal
Abrindo Janelas – Brasil
Adesenhar – Portugal
Agitação – Portugal
Agulhas Coloridas – Brasil
Àguas da Vida – Italia
Algo se Perdeu na Tradução – Brasil
Algodão doce – Portugal
Anamarta – Portugal
Angeles en la tierra – Argentina
Antonio Campos – Brasil
Apê da Mix – Brasil
Apoio Fraterno – Brasil
Aquarelas de Turner – Portugal
Arnaldo Trindade – Brasil
Art & Design de Isabel Filipe – Portugal
Arte Decorativa – Portugal
Artes da Elaine – Brasil
As Minhas Romãs – Portugal
Ave Sem Asas – Portugal
Aventuras de Super J – Porto Rico
Avesso do Avesso – Brasil
A Voz do Povo – Portugal

Banho de Gato – Brasil
Barão da Tróia II – Portugal
Barlavento – Portugal
Baú Rosa Choque – Brasil
Beatriz Capaldo – Brasil
Beezzblog – Portugal
Beja – Dando Voz aos Poetas – Portugal
Beto Grego Radialista – Brasil
Betty – Brasil
Blog da Evelize – Brasil
Blog da Gi – Brasil
Blog da Isália – Portugal
Blog da Mary – Brasil
Blog do Moura – Brasil
Blog do Nicholas – Brasil
Blog do Ronald – Brasil
Bloguices – Portugal
Blue Moon – Brasil
Blue Velvet – Portugal
Bonde Andando – Brasil
Bordados da léa – Brasil
Borboletas by Kaka – Brasil
Brancamar – Portugal

Cachoeirinha City – Brasil
Cafeinasonaobasta – Brasil
Cala-te a Boca – Brasil
Caminho Livre – Brasil
Campo em Flor – Portugal
Canteiros – Brasil
Cartoons 3D – Portugal
Casa de Bonecas – Portugal
Casa dos Brechós – Brasil
Cenas do Cotidiano – Holanda
Chá da tarde & Girassóis – Brasil
Claudia Pit – Brasil /
Cleo, a Fada dos Pontinhos – Brasil
Clinica da Palavra – Brasil
Clube de Bloguistas Portugueses – Portugal
Coisinhas da Gezinha – Brasil
Comadres, Compadres & Companhia – Portugal
Compartilhando Letras – Brasil
Confessionário do Dilbert – Portugal
Consciência e Vida – Brasil
Construyendo Caminos Argentina
Criança Genial – Brasil
Criancices – Portugal
C Valente – Portugal
Cupuaçu – Brasil

D.Antónia Ferreirinha – Portugal
Daqui, Dalí, Dacolá – Portugal
De Cara Pra Lua – Brasil
Decoração e Arte Portugal
Depaupero Os Impropérios – Brasil
Desenvolvimento e Tecnologia da informação – Brasil
Desabafo de Mãe – Brasil
Devaneios Crônicos – Brasil
Dicas Blogger – Brasil
Drax Loja Multimarca – Brasil
Drica Campos – Suiça

E algo se perdeu... – Brasil
Educando a mi Hijo – Perú
Educando o Amanhã – Brasil
Em Construção – Brasil
Encanto de Renascer – Brasil
Enfermagem Pediátrica – Brasil
Então Relaxa… – Brasil
Escrivinhações – Brasil
Esperança e Amor
– Suécia
Estúrdio Blogs’s New – Brasil
Eu e o Renascer das Cinzas – Suecia
Eu só quero é ser Feliz – Alemanha
Eufeminismos – Brasil

Fana + Café = Dizeres – Brasil
Falares – Brasil
Fazendo Artesanato – Brasil
Fernando Nerú – Perú
Filho para Sempre – Portugal
Flainando na Web – Brasil
Flor de Riscas – Portugal
ForEver Pemba – Brasil
Fragmentos – Brasil
Fragmentos de Mim – Brasil
Francini.vs.Francine – Brasil

GA Gestão Ambiental – Brasil
Gaúcho Downloads – Brasil
Gente Sem Saúde – Brasil
Guiga – Portugal

Há vida em Marx? – Brasil
Hippos – Estados Unidos

Icaros – Argentina
Ideais & Idéias – Brasil
Inséte – Portugal
Instantes da Vida – Portugal
Interagindo – Brasil
Interior do Amazonas – Brasil
Isabel Filipe Art & Design – Portugal

JabuticabaBrasil – Brasil
Jardim Florido – Brasil
Jardim Meu – Portugal
Je Vois la Vie en Vert – Portugal
Jogos com Matemática – Portugal
Jorge Miguel Santos – Portugal
Jus Indignatus – Brasil
Kelblogger – Brasil

La Sonrisa de Arturo – Espanha
Lagartinha – Portugal
Lavanderia Virtual – Brasil
Le Chemin du Retour – Suiça
Le Jardin Éphémère – França
Leio o Mundo Assim…- Brasil
Leões e Cordeiros – Brasil
Letizio Pantoja – Espanha
Livro D’Agua – Portugal
Livros e Autores – Portugal
Lolita B.bazar – Brasil
Lopesca – Portugal
Lugar do real, do simbólico… – Brasil
Luz de Luma – Brasil

Mais ou Menos Nostalgia – Brasil
Mais tagarelice – Brasil
Mama Babada – Portugal
MamãdaDiana – Portugal
Manas Crocheteiras – Brasil
Mar Re Volto – Portugal
Marginal Zambi – Portugal
Marinheiro de Agua Doce – Portugal
Mariquinha Maricota – Brasil
Mark, o Terrível – Brasil
Marlene – Brasil
Menina Marota – Portugal.
Mentolado – Brasil
Meu blue pra você – helio jenné – Brasil
Meu Mundo e Nada Mais – Portugal e Brasil
Meu Reino – Brasil
Mimos e Desafios – Brasil
Mi Ricon – Argentina
Mineira Pasárgada – Brasil
Minha Arte – Brasil
Minhas Agulhas Mágicas – Brasil
Minhas Doces Meninas – Brasil
Minhas Leituras – Brasil
Mis Palabras Y Sentimientos – Espanha
Moendo Café – Portugal
Monalisa e Jairo – Brasil
Mudei de Vida – Portugal
Mundo Azul – Brasil

Na casa da vovó – Brasil
Nani e a Teologia – Brasil
Neto do Nando – Brasil
Neurônio Frito – Brasil
no Ví tá – Brasil
Nuno de Souza – Portugal

O Cantinho da Borboleta Azul – Brasil
O filho que eu quero ter – Brasil
O Mundo dos Sonhos – Portugal
O Mundo é Pequeno – Portugal
O mundo têxtil da Morrocoy – Brasil
O Vento Contra a Cara – Portugal
Oficina de Poesia – Brasil
Ondas de Reflexos – Portugal
Opinion Diferente – Colômbia
Orion – Portugal
Os Meus Encantos – Portugal
Oscar Luiz – Brasil
Ouça o Silêncio – Brasil

Paço das Artes – Portugal
Páginas Secretas – Portugal
Palomas de Papel – Argentina
Papocicuta – Brasil
Para Peques – Jorge e Lucia – Espanha
Peciscas – Portugal
Pensamento Nosso – Brasil
Pensamientos JFS Senovilla – Espanha
Pensieri e Parole – Italia
Pequenos Grandes Sentimentos – Brasil
Planeta da Luanna – Brasil
Poemas e Amores – Brasil
Poemas de un Hada – Argentina
Poeta Xico – Brasil
PutsGrilo!com – Brasil

Reação Ambiental – Brasil
Recalcitrante – Portugal
Reclinada – Brasil
Rei dos Leitões – Portugal.
Reina Sophia – Brasil
Renata em essência… – Brasil
Retratos do Meu Jardim – Brasil
Revoadas – Brasil
Riscos de Vida – Portugal
Rosa 147 – Brasil

Sammy e Mama – Inglaterra
são – Portugal
Segredos de uma vida a dois – Portugal
Selena Rumiel – Brasil
Sem Estresse – Brasil
Sexta-feira – Portugal
Sidadania – Portugal
Sidadania II – Portugal
Sidadania Haart – Portugal
Sidadania Memória – Portugal
Silêncio Culpado – Portugal
Sociedad Poetica Sombras de Fuego – Peru
Sociedade Brasilis – Brasil
Sol Poente – Portugal
Soma de Letras – Portugal
Sombras de Mim – Portugal
Sttalo Design – Brasil
Stum und Drang! – Brasil
SueLinhas – Paraná, Brasil

Tal e Coisa, Coisa e Tals … – Brasil
Te Quiero Tanto – Espanha
Tita Capozzi – Brasil
Todo Seu: História & Cotidiano Brasil
30 & Alguns – Brasil
Trupiquei na Taubinha – Brasil
Truques e Dicas – Portugal
Tutti Sogetto – Portugal

Um Poema de Vez em Quando – Portugal
Uma Nova Cubata – Portugal

Valores Portugueses – Portugal
Valsa Lenta – Portugal
Veleidades – Brasil
Verdadeiros Diamantes – Portugal
Vida de Equilibrista – Brasil
Visão panorâmica – Brasil
Voando Pela Vida – Portugal
Você Faz o Brasil – Brasil

Webclub – Portugal
Wilmarx – Brasil

Xis-Tudo – Brasil

Yo, ama de casa! que desafío – Argentina

Zé Povinho – Portugal

Esta relação foi retirada do blog FLAVIA VIVENDO EM COMA, da Odele Souza (mãe de Flavia).


Tudo que Eu Queria Te Dizer – Martha Medeiros

321018_2420613802649_1470559661_32763078_1182164868_n_large

Sabe aquilo que você sempre quiz dizer a alguém – e nunca teve coragem? O que precisa falar de uma vez por todas – mas desiste, espera, até chegar o momento mais apropriado? Em “Tudo que Eu Queria te Dizer”, Martha Medeiros encarna personagens que assinam cartas reais, trágicas, por vezes cômicas, devastadas por sua dor. Em comum, as personagens deste livro têm a verdade de quem atravessa um ponto de virada em suas vidas e resolve colocar as cartas na mesa.
Expert na capacidade de nos emocionar, de forma simples e direta, a gaúcha Martha Medeiros concebeu “Tudo que Eu Queria te Dizer” como um livro de contos, estruturados de forma independente. Na forma de cartas, Martha revela com delicadeza os dramas das personagens. Como a amante que escreve à mulher traída, a filha que relata a emoção de ser mãe à avô ausente, o jovem motorista que escreve à mãe do amigo morto num acidente de automóvel, ou a viúva saudosa que se dirige ao marido morto.
Perdão, vingança, alívio, um pouco de nós está em cada uma dessas vozes, que expressam através de cartas uma confissão ou o exorcismo de nossos demônios. São textos “que mexem com algo dentro da gente, nas quais se sente a vida nos cravar os dentes”, como escreveu no texto da orelha o jornalista Fernando Eichenberg, autor do livro Entre Aspas – diálogos contemporâneos.

fonte-http://www.resumodolivro.com.br/

10125981289ed028da_large

PÉS ? Ops…!

3014505723_1_5_3ddiesit_large

Toda mulher gosta de ter alguma parte do corpo que desperte o interesse sexual. A gente fica preocupada em manter a barriguinha em forma e o bumbum empinado, mas esquece dos pés, fetiche de muitos homens. Eles são loucos por pés! Muitos ficam excitados só de olhar. Uma boa massagem nos pés relaxa, desperta o desejo sexual e turbina o sexo. É só soltar a imaginação…

Há quem diga que os pés femininos já fascinam o homem faz tempo. Imagine quando as mulheres de antigamente, que cobriam o corpo com tudo e mais um pouco, passaram a usar roupas que revelavam os pés?

Várias partes do corpo feminino atraem o desejo masculino. No entanto, para os podólatras, o que importa são os pés. “Pés bonitos me cativam e me instigam a querer mais a mulher. Acho que um pé bem cuidado é sinal de que ela é toda cheirosa, toda delicada. PrefIro unhas claras e adoro sandálias. Não gosto de unhas coloridas, pois acho vulgar. Percebi há tempos que as mulheres cuidam mais dos pés e usam sandálias mais abertas, ousadas, fazem tatuagens, colocam anéis, tornozeleiras. Aquelas coisas que enlouquecem os podólatras”, explica o estudante de administração João Paulo Yaia, fã desta pequena parte do corpo feminino.

Para agradar esses aficionados, os pés sensuais devem ser pequenos [humm…,  pero no mucho…calço 38/39.., tá bom, soy alta , tá?…] , estar bem feitos, limpos, cheirosos, sem calos e frieiras. Poucos sabem, mas o pé é possui muitas terminações nervosas, colaborando para que a pessoa sinta prazer quando ele é tocado ou acariciado.

Segundo a “personal sexy trainer” [ Já existe isso também gente? uau…] Fátima Mourah, além do fetiche por pés, os homens são atraídos por sapatos e tudo o que os envolve. Para eles, os calçados são como roupas. Uma sandália sensual pode ser comparada a um decote, por exemplo. “O calçado influencia muito, principalmente o scarpin. A podolatria é um dos maiores tipos de fetiches dos homens. Eles reparam em tudo. Adoram “chupar” os dedos, beijar os pés. É uma fantasia”, afirma Fátima.

Então meninas , cuidem dos pés…

Elisabete Cunha

12/09/08

Tumblr_llvkm22vx21qcsdtvo1_500_large

OS TEUS PÉS !

Quando não te posso contemplar
Contemplo os teus pés.

Teus pés de osso arqueado,
Teus pequenos pés duros,

Eu sei que te sustentam
E que teu doce peso
Sobre eles se ergue.

Tua cintura e teus seios,
A duplicada purpura
Dos teus mamilos,
A caixa dos teus olhos
Que há pouco levantaram voo,
A larga boca de fruta,
Tua rubra cabeleira,
Pequena torre minha.

Mas se amo os teus pés
É só porque andaram
Sobre a terra e sobre
O vento e sobre a água,
Até me encontrarem.

[Pablo Neruda]

* Neruda sabia tudo , não?

Que Espetáculo!

BAHIA ENCANTADA!

Ivan CarneiroTumblr_lq91vx0d7z1qjlezro1_500_large


A Praia de Itacaré e, abaixo, o Pelourinho, o Elevador Lacerda e o Mercado Modelo: natureza, história e arte, tudo no mesmo estado!
x

” …ê ô! Bahia, fonte mística, encantada
ê ô! Expande o teu axé, não esconde nada
Teu canto de alegria ecoa longe, tempo e espaço
Rainha do Atlântico…”

[ Caetano Veloso ]

29445_123647954339021_100000814526758_120007_666676_n_large


É O MEU FILHÃO…!

  Tumblr_lo5w50wvhi1qjpzbco1_500_large_large

Realmente, é muito gratificante quando vemos que estamos fazendo um bom trabalho ao educar [ claro, mérito meu e de *Nelson , grande pai,ótimo pai…] .Crio meu filho com toda liberdade de pensamento, para que seja um agente consciente do seu valor e da sua importância na construção de um Brasil /Mundo melhor para todos, sem distinção. Sou uma mãe muito feliz , pois  sinto que meu filho que agora possui 14 anos, torna-se um homem do BEM , cheio de convicções e ciente dos seus direitos e deveres como cidadão. Hoje ele mostrou-me esse texto abaixo, que elaborou para a matéria de Português (Claro,com fontes de pesquisa o auxiliando). Confesso que fiquei muito orgulhosa e pedi  permissão para publicá-lo no Blog para dividi-lo com vocês . Ele gentilmente respondeu com uma pergunta :

– Hummm…, está bom mesmo mãe?

– Está maravilhoso filhão! 🙂

Leiam:
A leitura se torna presente em nossa vida desde o momento em que começamos a compreender o mundo o nosso redor. No constante desejo de entender melhor as coisas que nos cercam, de perceber o mundo de diversos ângulos, no contato com o livro, estamos de uma certa forma lendo, todavia, muitas vezes não nos damos conta.Vivemos num constante ciclo de inovações tecnológicas que se sucedem, mas, nenhuma consegue nos fazer viajar sentado de tal forma, que faz o livro. Isso nos faz lembrar uma frase dita por Bill Gates, o dono da Microsoft,( a maior empresa no ramo de softwares). “É claro que meus filhos terão computador, mas não deixarão de ter livros”.

A leitura não se resume em decodificar as letras, mas sim, compreender o que elas em conjunto, querem nos comunicar. Segundo Angela Kleiman, a leitura precisa permitir que o leitor apreenda o sentido do texto, não podendo transforma-se em mera decifração de signos lingüísticos sem a compreensão semântica dos mesmos.

Precisamos estar atentos a esta questão, pois a ausência das letras, bloqueia as nossas possibilidades, e de certa forma, nos acaba excluindo dos acontecimentos, da imaginação e da criatividade.  A literatura de modo geral amplia e diversifica nossas visões e interpretações sobre o mundo.

Segundo Roberto Cerqueira Dauto, vivemos num mundo contemporâneo onde as palavras rascunhadas no papel não têm muito valor. A literatura hoje é recurso dos mais ricos, sendo que os mais pobres, até possuem este recurso, porém, não é explorado de forma adequada.  Durante a adolescência se acaba excluindo o hábito de ler do seu convívio diário, por causa da falta de gosto pelos livros. Nas escolas, até que se tenta alguma coisa, porém, não é eficaz. Um dos fatores , é o exemplo que se tem em casa, nem todos os pais, tem o costume de ler.

O Instituto Ibope coordenou a coleta dos dados e entrevistou mais de 500 mil pessoas em 313 municípios brasileiros, e conclui tristemente que o brasileiro lê em média 4,7 livros por ano. A estimativa aumenta de acordo com a escolaridade. Entre os que possuem formação superior é de 8,3 livros por ano, enquanto para quem cursou até a 4ª série a média é de 3,7.

Fazendo isso, com certeza a triste realidade que foi confirmada pela pesquisa do Instituto Ibope, será mudada para melhor.

Rodrigo Cunha

09/09/08

Fontes: Ibope, Revista da Educação, Planeta Educação.

Tumblr_lfkv8z6cmr1qej3j3o1_500_large_large

 

“Não à violência doméstica”

Mulher4.jpg Mulher 4 image by Perola01

 

Engraçado, lembrei-me que geralmente rotulamos ou rotulam por nós o Blog que escrevemos. O Blog Encanto ja foi denominado de romântico , sensual, feminino, pornográfico, pervertido, doce …, etc.  Na realidade nunca me preocupei em dar uma cara pro Blog . Ele na verdade serve como uma válvula de escape , onde coloco meus prazeres, tristezas, desejos, angústias….
Para falar a verdade não estou nem ai, para a cara que ele passa. Me preocupo sim em passar minhas verdades sem medo de chocar ou encantar.Valorizo cada comentário, pois sei que mesmo que não entendam o que quero gritar, pararam para me ouvir. Acho importante tocar  em assuntos que ainda hoje são tabus para muitos como sexo sem vergonha, hum.. olha o trocadilho. O Tema é violência doméstica que tanto aflige  as mulheres. Vamos lá:

A cada 15 segundos pelo menos uma mulher é espancada no Brasil. Mas a minoria recorre ao LIGUE 180 [ Central de Atendimento à Mulher] . Entenda o que pode der considerada ” Violência Doméstica” e a quem recorrer neste caso.

O que é?

A Lei Maria da Penha (que acaba de comemorar seu segundo aniversário) especifica que a violência contra a mulher pode ocorrer em três esferas:

– Doméstica: Na residência onde convivem parentes ou não, incluindo pessoas que a freqüentam ou são agregadas;
– Familiar: Indivíduos que são ou se consideram aparentados, unidos por laços naturais, por afinidade ou por vontade;
– De qualquer relação íntima de afeto: Aqui o agressor pode conviver ou ter convivido com a vítima, independentemente se vivem debaixo do mesmo teto e se são hetero ou homossexuais.

Tipos de violência

Psicológica: Atitudes que atingem a auto-estima da mulher, exemplo: que a manipulem, intimidem ou que a façam sofrer ameaças, agressões verbais, humilhação e isolamento.

Física: Nada de dizer que “um tapinha não dói”. Aqui se enquadram os atos que ofendem a integridade física da mulher, como: tapas, socos, pontapés, beliscões, empurrões, puxões de cabelo e arranhões.

Sexual: Ninguém é obrigada a manter relações sexuais contra a sua vontade.

Moral: Qualquer ato que configure calúnia, difamação ou injúria.

Patrimonial: Destruição de objetos pessoais (instrumentos, documentos e outros pertences) ou transferência de bens à força.

Ligue 180

Em qualquer um dos casos acima, você deve recorrer ao Ligue 180 (Central de Atendimento à Mulher). “Cada atendimento muitas vezes pode significar uma vida salva”, sinalizou a ministra da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres, Nilcéa Freire, durante a coletiva de imprensa da campanha “Fale sem Medo – Não à Violência Doméstica”, promovida pelo Instituto Avon, em São Paulo.

Basta um telefonema: “Tivemos casos em que as mulheres que estavam sendo agredidas naquele momento conseguiram se trancar em um banheiro e, através de um celular, ligar na Central, que acionou a polícia e fez a prisão em flagrante”, relata a ministra.

Neste ano já foram registrados mais de 200 mil atendimentos na Central. Mas isso ainda é pouco diante da realidade. “Somente 1% dos entrevistados diz conhecer ou achar que as mulheres que vivenciam a violência recorrem ao número 180. Mas se ampliarmos o conhecimento sobre ele (Ligue 180), imagine quantas mulheres poderemos ajudar e quantas vidas poderemos salvar?”, comenta Nilcéa.

Avon Foundation

A atriz hollywoodiana Reese Whiterspoon, 32 anos, é embaixadora Global da Avon desde 2007. Ela veio ao Brasil recentemente para ajudar a divulgar o lançamento da campanha (“Fale sem Medo – Não à Violência Doméstica”).

“Como sou famosa e a mídia se interessa pela minha vida, acho importante falar sobre essas questões. A violência doméstica é um tema sem barreiras que afeta todo mundo, independente da situação financeira”, diz a norte-americana protagonista da comédia “Legalmente Loira”

“É perturbador saber que uma em cada três mulheres no mundo inteiro é afetada por algum tipo de violência. Entre todas as mulheres da América Latina, cerca de 30% a 40% já passaram por isso. E bem mais da metade não denuncia!”, aponta Reese. “Apesar de não ter sofrido pessoalmente nenhum tipo de violência, as estatísticas mostram que não existe uma mulher no mundo que não conheça uma amiga ou um parente que esteja sofrendo violência!”, declara ela.

Clube da Luluzinha, nada!

Esse NÃO é um assunto só para elas. A diretora regional do UNIFEM (Fundo das Nações Unidas para o Desenvolvimento das Mulheres) para o Brasil e Cone Sul, Ana Falú, chama a atenção: “Precisamos contar também com os homens. E é nesse sentido que o Secretário Geral da ONU, o senhor Ban Ki-Moon, promove uma campanha mundial de conscientização dos homens. E já sabemos que o presidente Lula irá aderir a essa campanha…”, adianta ela.

PENSEM BEM NO ASSUNTO E VALORIZE-SE!

Elisabete Cunha

08/09/08


6189224885_ae442eb38c_z_large

 

 


Desprezo.

6035499324_a6bc240b2f_z_large

Alguma vez, você já ficou sem o chão?
Sim, exatamente isso, sem o chão? Você não leu errado.
Alguma vez, você ficou assim, meio que parecendo um bobo, perdido como uma barata tonta?
Tenho certeza que sim.
Às vezes acontecem algumas coisas ruins em nossas vidas, que literalmente nos tiram o chão. O anuncio da demissão, a morte prematura de alguém muito querido, o desencontro, o diz que me disse envolvendo o nosso nome, uma acusação leviana entre muitas outras situações tão corriqueiras nos nossos dias. Nestes momentos, a decepção com os fatos, sempre nos faz morrer um pouco. Esse “de repente”, esse chega pra lá que levamos, que nos pega de calças curtas,  é extremamente nocivo a nossa saúde, são momento que podem nos lançar a instantes depressivos ou ainda a uma depressão profunda.
Entre muitas situações ruins, encontramos algo simplesmente devastador.
O desprezo.
Ai! Como dói o desprezo.
Ser desprezado é uma das mais terríveis formas de sofrimento. Em qual quer situação vivemos a expectativa de bons resultados e o desprezo frustra esta expectativa. E quando o desprezo parte de alguém que queremos bem, de alguém que amamos é muito pior. Neste caso realmente perdemos o chão. Sentimos apenas o desamor da pessoa amada.
O desprezo nunca anda só, ele é constantemente acompanhado da agressão verbal.
O poder da palavra desferida é muito mais forte que à bala de um revolver. Seu estrago pode ser avassalador, seus danos podem ser irreparáveis. E algumas coisas não voltam atrás.
Na maioria das vezes gostamos de ser as vitimas, queremos ser a pedra e não a vidraça.
Nunca nos colocamos no lugar dos outros e atingimos de imediato o que julgamos ser os “defeitos” das pessoas. Agredimos gratuitamente sem pensarmos duas vezes. Nunca, absolutamente nunca comparamos as qualidades com os defeitos.
Dizemos coisas que machucam os outros. O que importa é o nosso orgulho que foi ferido e a nossa total intolerância e incompreensão dos fatos.
Dentro de um relacionamento, é de fundamental importância que as pessoas usem o bom senso e o bom humor para o equilíbrio da harmonia no lar. Do que vale um casal ser perfeito na rua e ser completamente o inverso dentro de casa?
A cumplicidade deve ser o primeiro passo em um relacionamento.
Quando surge um problema, é comum sempre haver, ou melhor, sempre eleger um culpado. E isto abre espaço para que outro também possa errar, mesmo que de propósito, achando-se no direito de retribuir com as mesmas moedas. Neste caso fica clara a falta de cumplicidade.
Ninguém consegue amar sozinho, ninguém é alto suficiente, ninguém é melhor que ninguém, seja no quesito que for.
Ouvir da pessoa que amamos, palavras duras e grosseiras é algo que nos faz pensar sobre o nosso próprio amor. Esta atitude põe em cheque se estamos agindo certo ou não.
Devemos analisar os fatos e ponderar as atitudes, devemos definitivamente dizer não a submissão. Tolerância tem limites!
 
Quem ama perdoa!
Quem ama não agride!

 Reginaldo Cordoa, é administrador de empresas e apaixonado pela vida.

4113487101_840e45f74d_z_large

Guerra & Paz !

Não quero escrever somente sobre essa guerra que está

acontecendo no momento em que elaboro este texto e que o

progresso dos meios de comunicação nos permite assistir ao vivo

e a cores. Essa são guerras assumidas e claro, tristes e cruéis

como qualquer guerra.

Quero falar de outras guerras, aquelas sem mortos, sem armas,

aquelas menores, umas imperceptíveis, outras escandalosas, mas

que, ao invés de acontecer em cidades e desertos, acontecem em

salas, escritórios ,ruas e até mesmo nossas casas. Não causam

manchetes, não vendem jornais, não dão ibope e por isso nunca

saem na mídia – mas que também ferem e causam destruição do

mesmo jeito que as grandes guerras.

Estou me referindo às guerras travadas diariamente no campo

social, no nosso cotidiano, no nosso trabalho de todo dia, onde a

competitividade das pessoas cheira a luta e onde a convivência

pacífica  parece relacionamentos de países  rivais.

É triste percebermos que muitas pessoas não estão

familiarizados com a PAZ. Eis aqui uma triste pergunta:

O que o Homem tem feito da sua capacidade de dialogar e

negociar com calma, bom senso, afeto e bom humor?

 

Elisabete Cunha

07/09/08

 

ROSA DE HIROSHIMA


Pensem nas crianças
Mudas telepáticas
Pensem nas meninas
Cegas inexatas
Pensem nas mulheres
Rotas alteradas
Pensem nas feridas
Como rosas cálidas
Mas oh não se esqueçam
Da rosa da rosa
Da rosa de Hiroshima
A rosa hereditária
A rosa radioativa
Estúpida e inválida
A rosa com cirrose
A anti-rosa atômica
Sem cor sem perfume
Sem rosa sem nada.


[VINÍCIUS DE MORAES ]


Pedro Aznar en el disco “Aznar canta Brasil”


*LIBERDADE OU ABANDONO?*

loura

Estava eu no meu casulo [ não nego que há momentos que cultivo a minha solidão sem problemas e me faz muito bem… ], folheando meus livros, quando deparei-me com o livro do filósofo alemão Martin Heidegger (1889-1976)ele afirma em ‘Ser e Tempo’ que estar só é a condição original de todo ser humano. Que cada um de nós é só no mundo. É como se o nascimento fosse uma espécie de lançamento da pessoa à sua própria sorte. Podemos nos conformar com isso ou não. Mas nos distinguimos uns dos outros pela maneira como lidamos com a solidão e com o sentimento de liberdade ou de abandono que dela decorre, dependendo do modo como interpretamos a origem de nossa existência .A partir daí podemos construir dois estilos de vida diferentes: o autêntico e o inautêntico.

Segundo ele o homem se torna autêntico quando aceita a solidão como o preço da sua própria liberdade. E se torna inautêntico quando interpreta a solidão como abandono, como uma espécie de desconsideração de Deus ou da vida em relação a ele. Desse modo não assume responsabilidade sobre as suas escolhas. Não aceita correr riscos para atingir seus objetivos, nem se sente responsável por sua existência, passando a buscar amparo e segurança nos outros. Com isso abre mão de sua própria existência, tornando-se um estranho para si mesmo, colocando-se a serviço dos outros e diluindo-se no impessoal. Permanece na vida sendo um coadjuvante em sua própria história.Olha ,muitas vezes nem percebemos que agimos assim!…

Vocês já pensaram nisso?

🙂

Elisabete Cunha

06/09/08


INTELECTUAIS NÃO AMAM?…

curvas.png


“O amor não é para intelectuais?” Andei percebendo como as pessoas que lêem Marx, Nietzsche, Freud ou os grandes literários mundiais e a infinidade de filósofos sente-se mal em revelar que amam, amar para os ditos cujos é retrógrado, é brega, é falta de razão.

O amor é um sentimento de posse lá vão eles falar com suas teorias socialistas ou anarquistas, que o amor é um emaranhado de células que piscam no cérebro, ou um sentimento criado pela sociedade, vão levantar bandeiras de liberdade, ou causas mundiais bem mais importantes do que dois seres humanos preocupados com um acasalamento oficializado pelas regras da sociedade consumista.
Vão tentar me convencer que o amor é uma criação dos poetas de séculos passados, que nada mais antiquado que falar de amor.

Pois bem, realmente é muito complicado amar e ser amado, amar e não ser amado ou ser amado e não amar. Como também deve ser muito complicado dividir sua vida com alguém.

Mas nada tão misteriosos quantos os casais intelectuais, que no fim das contas sentam-se agarrados em um sofá ouvindo uma canção composta por algum dicionário, discutindo as problemáticas existenciais, mais que no fundo bate um coração  querendo dizer simplesmente “como você esta linda (o) hoje”, mas a beleza é algo a ser definido pela estética grega e a sociedade ocidental.

Deve haver varias feministas que queima seus sutiãs nas ruas e choram de solidão iluminadas pela luz do abajur da cabaceira cheios de livros da Olympe de Gouge ou da Mary Wollstonecraft, eu mesmo já vi um hippie puto de ciúmes e outra vez um anarquista chorando pela namorada em uma esquina.


Me desculpem os intelectuais, namorem menos suas teorias, assuma sua idiotice por um instante… Todas as questões problemáticas da humanidade e do universo vão se perder em apenas um abraço.

Elisabete Cunha

05/09/08


https://i2.wp.com/2dedosprosaepoesia.blogs.sapo.pt/arquivo/costas.jpg

 

SOU FORTE E FRÁGIL!

Todos passamos por dificuldades ou financeiras, emocionais ou seja ela o que for, quando passo por algumas dificuldades, tenho facilidade de me auto-examinar no que escrevo. Seria uma forma concreta de saber como analisar e resolver certos problemas . Não me levo a mal, sei que às vezes cometo meus desvaneios, ou melhor, todos cometemos desvaneios.Bem, o importante é que exponho sem medo que ao mesmo tempo que sou uma mulher forte e corajosa , tenho meu lado frágil e inseguro.  E se quiserem gostar de mim, vão levar o pacote completo.

Todos nós possuímos um impulso interno, um movimento contínuo em direção a um objetivo que determinamos para nós, que faz parte do funcionamento natural do ser humano. Sem esse movimento não conseguimos nada na vida, nem ao menos sonhar. E se até sonhar fica sendo difícil, sinto…as coisas não vão bem. Uma pessoa sem sonhos, sem projetos e metas, é desanimada, caída,  é pessimista , não tem esperança na vida , esqueceu completamente que possui dentro de si a capacidade e a permissão de sonhar , SONHE!

 Vocês já devem ter percebido que o mundo mudou, e nossa relação com esse mundo, também deve mudar. A relação com nosso trabalho, nossos parceiros ou parceiras, nossa relação com o dinheiro . Hoje, se não reaprendermos a sonhar, não conseguiremos dar sequer um passo à frente. No entanto, apenas sonhar, de nada adianta. Ninguém vive apenas de sonho.

O que precisamos começar a fazer com urgência é construir o hábito de se auto-examinar. Ao invés de ficarmos buscando os responsáveis por nossa infelicidade, precisamos aprender a buscar dentro de nós novas formas de sermos felizes e nos responsabilizarmos por tudo de bom e de ruim que existe em nossas vidas.Muitas vezes tomamos atitudes pouco eficientes. Nossas atitudes devem possuir o máximo de eficiência que conseguirmos, no sentido de serem positivas e construtivas para nós e nossas vidas. É , mais confesso que isso tudo prá mim não é nada fácil.  Sou uma guerreira sim…mas, sou frágil também…

Abraços!

Elisabete Cunha 

04-09-08

Tumblr_lp7edj3rmh1qciek8o1_500_large